Após sofrer lesão em Araraquara, atacante Cristiane passa por cirurgia

Leia mais!

Nadador araraquarense fatura medalhas em Botucatu

Leia mais!

Bando é detido com carro furtado na Vila Xavier

Leia mais!

Araraquara é eliminada do Paulista de Seleções de Ligas

Leia mais!

Vôlei de Araraquara mostra garra, mas perde primeiro jogo dos playoffs

Leia mais!

Guerreiras vencem de virada e ficam a um passo da semifinal do Brasileirão

Leia mais!





Sessão de Câmara - Ao Vivo


Tabela MF
SIM!NEWS - bastidores
Foto: Divulgação
Polícia Federal incinera 226 quilos de drogas
Cocaína, maconha e carga de lança-perfume foram queimados na segunda incineração realizada pelo órgão em 2014

Data: 21/10/2014 15:10:27



A Delegacia de Polícia Federal em Araraquara realizou, nesta segunda-feira (20), a segunda incineração de drogas deste ano. Aproximadamente 226 kg de drogas foram queimados em fornos de Usina de Açúcar e Álcool da região, sendo 64 kg de cocaína e 162 kg de maconha, e ainda mais de duas centenas de frascos de lança-perfume e produtos químicos utilizados para aumentar o rendimento (volume) das drogas destinadas para consumo (no caso cafeína e lidocaína).

Todo o procedimento de incineração foi fiscalizado e acompanhado pelo Ministério Público Federal, a Vigilância Sanitária Estadual e por Peritos Policiais Federais da Unidade Técnica Científica de Ribeirão Preto/SP.

Na primeira incineração deste ano, realizada no mês de abril, foram incinerados cerca de 860 kg de maconha e cocaína. Em 2014, ao todo, já foram destruídos aproximadamente 1.100 kg de substâncias ilícitas apreendidas nos flagrantes policiais.

O material é resultado das apreensões realizadas pela Polícia Federal e outros órgãos policiais, em especial a Polícia Rodoviária, a Polícia Militar e a Polícia Civil do Estado de São Paulo.

Segundo a Polícia Federal, a maior parte do material foi apreendida nas rodovias que cortam a circunscrição da Delegacia de Araraquara/SP, que inclui cidades como São Carlos, Matão, Taquaritinga, Ibitinga, Porto Ferreira, Pirassununga e outros 23 municípios. O principal destino da droga é a Grande São Paulo, sendo a região de Araraquara uma importante rota do narcotráfico, tanto por via terrestre como por via aérea, tendo em vista que pistas de pouso localizadas em meio aos canaviais da região acabam sendo utilizadas para o pouso de aeronaves de pequeno porte que transportam drogas.